Uma conversa sobre empoderamento

Atualmente, temos ouvido bastante sobre empoderamento feminino. Uma mulher empoderada, pelo que entendo, é alguém com total controle do seu corpo e de sua maneira de viver.

Então estive pensando… Qual será a conexão entre empoderamento e a Palavra de Deus?

Esta expressão, empoderamento feminino, é meio nova no Brasil e levanta algumas bandeiras na comunidade cristã. Aparentemente há ocasiões na Bíblia em que a mulher parece estar em posição “diminuída”. Precisamos lembrar que a Bíblia foi escrita em um contexto bem complicado para mulheres.

Jesus, no entanto, era muito tranquilo ao redor de mulheres e parecia querer ouví-las. Em algumas ocasiões, Ele chegou a ir contra costumes de seu tempo para ouvir e fazer com que se sentissem bem e atendidas em suas necessidades.

Mas o que a sociedade diz sobre o que é ser “uma pessoa empoderada”?

De acordo com uma pesquisa feita pelo National Empowerment Center (Centro Nacional de Empoderamento, USA), para uma pessoa se sentir empoderada em qualquer aspecto na vida, ela precisa experimentar uma ou todas as coisas a seguir:

  • Esperança para um futuro  melhor
  • Escolha: direito de escolher sobre as coisas que lhe acontecem
  • Comunidade: sentir-se parte de algo maior que você
  • Liberdade de pensamento: você pode tomar suas próprias decisões
  • Ter uma voz e que alguém escute
  • Experimentar um senso de progresso

Pensando sobre a nossa realidade, tentei identificar essas coisas em mim e nas pessoas ao meu redor. Seríamos realmente empoderadas? E como chegar lá? Essas coisas são boas de se almejar, de tentar alcançar?

Davi fala que fomos criados de modo incrivelmente maravilhoso, no entanto, raríssimas vezes nos sentimos assim. O sentimento de inadequação aos padrões que nos são impostos são pesados demais e acabamos nos sentindo menores, piores, não especiais. Só que a verdade é que isso é um grande engano. E essas mentiras podem ser profundamente incapacitantes.

E é um problema muito amplo e profundo! Começa lá nas vezes em que queríamos ter sido ouvidas pelos nossos pais e irmãos, figuras de referência importantes em nossa formação e em quem confiamos. E passa também por aquele dia em que alguém nos fez sentirmo-nos feias e nós acreditamos porque, afinal, parecia fazer sentido mesmo, então, concluímos que devia ser verdade.

Mas não falemos apenas de beleza, falemos de valor. Muitas mulheres atribuem seu valor à aparência ou a sua função. O sentimento de não ter esse valor, ou de não sermos como achamos que deveríamos, corrói por dentro. Quando algo ruim acontece, podemos até pensar que era pra ser assim mesmo, afinal, não merecemos nada de bom. Essa mentira nos foi contada tantas vezes e nosso coração se quebra diariamente. Onde estaria esse valor? Cuidar da casa e dos filhos e do marido? Trabalhar fora e mostrar pra nós mesmas que podemos ser iguais aos homens? O que nos dá valor?

Olhando para a Bíblia, vemos a responsabilidade que temos a respeito desse modo de pensar. Romanos 12:1 traz luz sobre isso.

Portanto, irmãos, rogo pelas misericórdias de Deus que se ofereçam em sacrifício vivo, santo e agradável a Deus; este é o culto racional ou espiritual de vocês. Não se amoldem ao padrão deste mundo, mas transformem-se pela renovação da sua mente, para que sejam capazes de experimentar e comprovar a boa, agradável e perfeita vontade de Deus“.     (Nova Versão Internacional)

Portanto, com a ajuda de Deus, quero que vocês façam o seguinte: entreguem sua vida cotidiana — dormir, comer, trabalhar, passear — a Deus como se fosse uma oferta. Receber o que Deus fez por vocês é o melhor que vocês podem fazer por ele. Não se ajustem demais à sua cultura, a ponto de não poderem pensar mais. Em vez disso, concentrem a atenção de vocês em Deus. Vocês serão mudados de dentro para fora. Descubra o que Ele quer de vocês e tratem de atendê-lo. Diferentemente da cultura dominante, que sempre os arrasta para baixo, ao nível da imaturidade. Deus extrai o melhor de vocês e desenvolve em vocês a uma verdadeira maturidade“.    (Bíblia A Mensagem)

(Peço licença para colocar duas versões da Bíblia e talvez parecer redundante, mas achei muito interessante como os versículos são apresentados)

Pensando nesse versículo, a ideia do empoderamento da mulher, ou de qualquer pessoa, me deixou encucada!

Em nossa sociedade brasileira, que tem mudado, mas ainda assim é bem machista, mudar a mente, fazer um culto racional, não se amoldar aos padrões desse mundo são verdades que podem ser transformadoras!

Já imaginou o que poderíamos fazer se acreditássemos ser quem realmente somos?! Não somos menos do que ninguém e nem mais que qualquer pessoa, fomos planejadas e idealizadas desde o ventre da nossa mãe. Somos imagem e semelhança de Deus. Ah! Como seria lindo se realmente vivêssemos de acordo com o que dizemos acreditar!

Digo isso porque o mundo está de cabeça para baixo. A situação política e econômica no Brasil… nem preciso comentar! Como seria, então, se mulheres cristãs, mulheres empoderadas pelo poder de Jesus, mulheres transformadas em suas mentes, resolvessem se levantar de algum jeito para mudar o mundo. Uau! Imagino a força disso, meninas – e meninos também.

Eu sempre digo que estou mudando o mundo através dos meus filhos (tenho 3: Kairos 6, Petra 3 e Zion 1). Quero que eles sejam pessoas melhores do que eu. Quero que acreditem em Deus e em Deus neles. Quero que sejam seres humanos sensíveis à necessidade do outro. Quero que sejam agentes do Reino de Deus aqui.

Mas como atingir esse objetivo?

Trabalhando para mudar a minha mente e coração primeiro. Trocando crenças erradas por conceitos verdadeiros. Intencionalmente desafiando “verdades”, que foram enraizadas tão profundamente, e encontrando a “verdadeira verdade” sobre quem eu sou e meu papel no mundo.  Oferecendo a Deus tudo o que sou, não importando o quão quebrada. Todas as minhas neuras, as minhas crises. Também oferecendo meus talentos e tudo de bom que Ele colocou em mim. É Dele que vem o meu valor!

Missão complicada! Meus filhos são indivíduos fora de mim, são pessoas pensantes. Mas o que eu puder fazer hoje, pra que eles saibam quem são, pra que saibam seu valor, saibam do amor louco que esse Deus lindo sente por eles… isso eu quero fazer.

Então penso sobre o empoderamento feminino. Quantas mulheres acreditaram nas mentiras contadas a elas. Quantas e quantas não vêem seu valor! Empoderamento feminino (ou masculino) verdadeiro e transformador é quando encontramos a fonte de todo o Bem. É metanoia, mudar o caminho, o pensamento! É arrepender-se e se reconectar com o Criador. Empoderamento, em uma visão cristã, então… é romper com o pacote de mentiras que nos é contado desde sempre… É trocar as lentes e enxergar com os olhos do Pai. Só conseguimos fazer isso nos conectando com o Deus de Amor. Indo à origem de tudo, o nosso Criador.

Sejamos mulheres sábias, empoderadas pelo Espírito. Sejamos corajosas para levantar e ajudar umas as outras. Para acreditar na verdade verdadeira, que está por trás de tudo. Saibamos quem o nosso Deus é, e quem nós podemos ser Nele. Assim somos transformadas e nos tornamos agentes transformadoras.

Uma das partes mais legais disso tudo é o que é prometido: A boa, perfeita e agradável vontade de Deus. A verdadeira maturidade! Um jeito novo de ver e viver a vida!

Deus nos abençoe e nos ajude a viver essa riqueza toda e encontrar o poder e a beleza de experimentar esse novo jeito de ver a vida.

Imagem: Mical Martins

Escrito por

Esposa, filha e nora de pastor. Casada, tem três filhos. Cresceu na igreja presbiteriana e hoje serve com o marido na quadrangular. É professora de inglês e metida a artista. Canta, desenha, pinta e faz artesanato. Ama o evangelho do Reino e da vida real e prefere ver a vida assim... verdadeira, sem muita maquiagem, porém com muita esperança e graça, sempre! Gosta de escrever sobre o cotidiano e como Deus é presente ali. Acredita que está ajudando na missão de transformar o mundo através da criação dos filhos. E segue em construção e desconstrução constante.

2 comentários em “Uma conversa sobre empoderamento

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s