Este é o dia

Sabe aqueles cheiros, gostos e sons que nos trazem à mente a nítida lembrança de algo que ficou marcado em nossa memória, apenas esperando um empurrãozinho dos outros sentidos para ser recordado? Então podemos sentir aquele lugar, pessoas, acontecimentos de maneira tão vívida e real? Foi isso que experimentei quando me deparei com o tema escolhido para este mês.

Não é porque esse é o mês de meu aniversário e tive uma comemoração muito singela mas com pessoas tão especiais. Ou porque, após 7 meses morando a mais de 3500 km de minha família, recebi a visita de minha mãe e por uma semana pudemos conversar, passear e tomar tanto sorvete quanto queríamos! Esse tem sido, sim, um mês de tantos presentes e momentos precioso concedidos por Deus mas, uma história apenas salta à minha mente referente ao tema proposto: “Alegrai-vos sempre”.

Há um homem que tive a oportunidade de conhecer bem de perto. Ele se converteu já adulto, casou-se com uma mulher preciosíssima. Com ela, ele adotou um filho após dois anos de casamento, uma criança especial em todos os sentidos! Mais tarde o menino foi diagnosticado com autismo e TOC (Transtorno Obsessivo Compulsivo). Cinco anos depois, esse casal teve uma filha. Com duas crianças pequenas e com um ministério sólido em Curitiba, essa família deixou seu país em 1995, rumo a Moçambique, como missionários.

De volta ao Brasil, pastoreando uma igreja, esse homem sentiu um desafio do Senhor, um dos maiores com o qual iria se deparar. Com fé e coragem, confiando apenas nas provisões de nosso Deus, foi aberta uma Escola de Missões que se mantém, até os dias de hoje, apenas pela graça do Senhor. Ali foram treinados muitos jovens que levaram e ainda levam o Evangelho a lugares aonde ele ainda não é conhecido. Igrejas foram plantadas, vidas sendo salvas, o “ide” de Cristo sendo obedecido.

A saúde desse homem, porém, falhou em acompanhar tamanho trabalho. Ele passou por mais de 10 cirurgias e em 2007 teve sua pior crise. Foram 3 cirurgias em 1 mês. Foi-lhe retirado 1/3 de seu intestino, sofreu infecção generalizada e, numa madrugada, foi dado como causa perdida pelos médicos após parar uma ala inteira do hospital com convulsões, tremores e febre incontrolável. Mas, nosso Deus operou mais um de seus maravilhosos milagres e o restabeleceu. A lista de recomendações, cuidados e fragilidades na saúde é extensa. A lista de lutas ministeriais, amigos que o deixaram, e noites sem dormir é maior ainda. E esse homem continua firme no propósito que o Senhor lhe deu.

O que esta história tem a ver com o tema então?

Esse homem é meu pai.

Durante todos esses anos de desafios, aventuras, provações e vitórias, uma coisa na rotina dele não mudou. Todas as manhãs ao acordar, ele dizia à minha mãe, ao meu irmão, a mim, ou a ele mesmo à sós com o Senhor: “Este é o dia que o Senhor fez, alegremo-nos e regozijemo-nos nele”. (Salmo 118:24).

Hoje, há 7 meses longe de casa, os momentos em que mais rio com vontade, aquelas risadas que vem do fundo e até doem a barriga, são quando conversamos. Mesmo tão longe, ainda sinto a alegria que irradia de sua vida com Deus.

Assim como Davi orou, precisamos pedir que o Senhor renove em nós a “alegria da salvação”. Uma vez que nossos olhos estão firmados na certeza de que passaremos a eternidade com nosso Senhor Jesus em Sua presença gloriosa, nenhuma situação vivida nesta terra pode abalar esta alegria. Vivemos como Paulo, passando por lutas e chorando tantas vezes, mas sempre alegres, pois nossa alegria não é apenas uma emoção, é uma pessoa; Cristo Jesus!

É muito fácil e comum nos esquecermos disso e cairmos na correria do dia-a-dia e nos distrairmos dessas verdades espirituais. Por isso, a cada manhã, muitas vezes ainda na cama, aquele sábio homem recitava o versículo de Salmo e colocava em prática essa verdade.

Espero fazer disso um hábito em minha vida, e espero que você possa encontrar e experimentar dessa alegria sobrenatural do Senhor Jesus a cada dia também!

“Por causa de Ti, eles se alegram o dia todo e Te louvam porque és bondoso.” Salmo 89:16

PS. Feliz dia dos Pais!

Fotografia: Tinyme.com

 

Escrito por

Curitibana de nascimento, africana de coração, filha de missionários, e irmã caçula de um jovem adotivo muito especial. Envolvida no universo missionário desde pequena, passou parte de sua infância na África com sua família, onde serviram como missionários em Moçambique. Ingressou no instituto missionário onde cresceu, ali foi moldada pela preciosa Palavra do Senhor que é o seu sustento dia após dia. Hoje, tem dedicado sua vida aos povos indígenas do Pará. Gosta de cantar e tocar seu ukulele e violão, dos quais tem muito ciúmes. É apaixonada pelo céu, com destaque à lua e pôr do sol, embora dias chuvosos e frios sejam seus preferidos combinando com um delicioso capuccino. Consegue sempre encontrar a trilha sonora perfeita, pois acredita que independente do dia ou situação, tudo fica perfeito ao som da música perfeita.

3 comentários em “Este é o dia

  1. Sou a mais suspeita para falar, pois sou a mãe da Sarah!
    Mas sou também uma leitora desse blog e, tendo vivido intensamente cada momento das experiências mencionadas por ela nesse texto, acho que posso dizer que somos muito felizes por sermos seus pais e, vê – la na Obra do Senhor é o maior presente que Deus tem nos dado, depois da salvação!

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s