O tempo perfeito

Depois de um tempo de casados resolvemos que já era hora de expandir nossa família. Eu não tinha dúvidas de que logo estaríamos grávidos. Comecei ajustar a minha vida, profissão, guarda-roupa, e dieta para me preparar para aquele tão esperado momento. E foi com essa mesma expectativa que fiz meu primeiro teste de gravidez. O primeiro resultado foi negativo, assim como muitos outros depois dele.

Durante aquele tempo eu caminhei com várias mulheres que passavam pelas mesmas frustrações. Algumas já esperavam por meses, como eu, e outras por muitos anos. Entendi então que não era a quantidade de tempo em si que gerava a frustração, mas sim a espera. Ela representava aquilo que não podíamos controlar. Nessa época também, aprendi com as mulheres da Bíblia. Dentre as várias histórias, duas mulheres em particular, me chamaram atenção.

“Existe alguma coisa impossível para o Senhor?” (Gênesis 18:14). Foi a pergunta feita para aquela mulher de 90 anos, que já há muito tempo esperava  por um milagre. Ela tinha uma promessa e um sonho, ter um filho.  Foram meses, anos, décadas de grande expectativa. Deus lhe havia prometido que ela seria mãe de uma grande nação, mas os seus braços continuavam vazios.  Ela chegou ao fim de seus recursos e resolveu fazer algo para acabar com a espera. “Ora, Sarai, mulher de Abrão, não lhe dera nenhum filho. Como tinha uma serva egípcia, chamada Hagar, disse a Abrão: ‘Já que o Senhor me impediu de ter filhos, possua a minha serva; talvez eu possa formar família por meio dela’. Abrão atendeu à proposta de Sarai.” (Gênesis 16:1-2). Anos depois a promessa se cumpriu, Deus lhe deu um filho. Mas ao escolher o seu tempo e não o tempo de Deus, ela trouxe para si e para sua família problemas desnecessários.

“Será que eu não sou melhor para você do que dez filhos?” (1 Samuel 1:8). Foi a pergunta feita por um marido à sua esposa que há muitos anos esperava por um milagre.  A dor da espera e a vergonha que ela sentia tomava conta de toda a sua vida e de seus relacionamentos. Ao ver outras mulheres com filhos, seu olhos se enchiam de lágrimas mas seus braços continuavam vazios.  Ela chegou ao fim de si mesma e resolveu fazer algo sobre a sua espera. “Ana se levantou e, com a alma amargurada, chorou muito e orou ao Senhor.E fez um voto, dizendo: ‘Ó Senhor dos Exércitos, se tu deres atenção à humilhação de tua serva, te lembrares de mim e não te esqueceres de tua serva, mas lhe deres um filho, então eu o dedicarei ao Senhor por todos os dias de sua vida..’ (1 Samuel 1:10-11).

As histórias de Sarai e Ana contam um pouco da minha história.

Como Sarai, por vezes a minha primeira reação é agir quando Deus me diz pra esperar e, duvidar quando Ele me convida a agir. Ponho toda minha confiança no meus recursos, faço do meu do jeito e no meu tempo. Os resultados são inevitavelmente desastrosos. Mas assim como Ana, um dia eu cheguei ao fim de mim mesma. Ao fim do meu falso senso de controle sobre as coisas. E quando finalmente cheguei ao meu fim, ali na sala de espera, eu encontrei um Deus infinito.  Ele não se atrasa, Ele não demora e Ele jamais esquece. Porque Ele é o Deus do tempo perfeito. Vale a pena esperar Nele.

“Espere no Senhor. Seja forte! Coragem! Espere no Senhor.”(Salmos 27:14)

Em 2016 recebemos nosso resultado positivo de gravidez! Nossa menina nasceu naquele mesmo ano, no tempo perfeito de Deus.

 

Fotografia: Acervo pessoal da autora

 

Um comentário em “O tempo perfeito

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: