Seja Bem Vindo

– Filha, acorda, precisa dormir na sala, temos visita.

Essa foi uma frase super comum na minha vida e dos meus irmãos. Meus pais foram dois jovens que se conheceram em um instituto bíblico, casaram e foram fazer missões pelo Brasil. A primeira casa que moraram foi no Rio Grande do Sul, não era casa própria. Eles, porém, ficaram gratos por terem um lugar que poderiam chamar de lar. Acho que, foi essa gratidão, misturada com desapego e outras coisas à mais, que fez esses dois jovens aventureiros acolher pessoas em casa durante toda a vida. Isso, desde o primeiro ano de casados.

Meus pais recebiam desde visitas que estavam apenas de passagem até pessoas que precisavam de estadia longa. De doentes com malária até gestantes que foram cuidadas e deram à luz na sala. Pessoas de patamar financeiro alto, e quem não tinha nem o que comer. Órfãos, pessoas de alto intelecto,  simples de escolaridade, missionários, pastores, irmãos da igreja, pessoas afundadas em pecados desesperadas por ajuda.

Nós sabíamos que um dia poderíamos estar dormindo em um quarto, e no outro dia na sala. Roupas de cama em uma semana eram nossas, na outra de alguém que precisava de descanso. Não pensem que os meus pais não cediam a sua cama. Se chegasse algum casal, lá iam eles para a sala, e nós crianças também, pois aquilo eram como um acampamento e diversão. Lembro de uma vez que ficamos duas noites dormindo na varanda por causa do calor que fazia em Ribeirão Preto enquanto tínhamos hóspedes. Isso para criança era um máximo.

Não vou mentir que já senti uma pontinha de ressentimento por não ter algo que fosse meu. Mas ao mesmo tempo, sei que nossa casa sempre foi um refúgio para aqueles que precisavam. Diferentes tipos de pessoas, necessitadas ou não, encontraram um lugar em que podiam descansar e organizar a vida. Atualmente, tanto meu pai quanto a minha mãe estão fisicamente precisando de cuidados, e os hóspedes já não podem ser  tão freqüentes, exceto aqueles mais próximos.

Mas a verdadeira hospitalidade que meus pais ofereciam, e até hoje oferecem, não é a casa, a construção, mas seus corações cheios de quartos, camas, uma comidinha simples ,um refúgio para aqueles que Deus enviou.

Talvez a lição de recebermos os hóspedes em nossos corações seja uma das mais difíceis, pois, requer ceder alguma coisa, sair do conforto. Essa tarefa é árdua, mas compensadora. Os hóspedes lá em casa sempre deixaram um pouco deles como aprendizagem e vários são hoje nossos irmãos que amamos.

Não precisamos ter um coração que seja uma mansão ou oferecer o que não damos conta. Mas sim, um coração com quartos simples, que recebe pessoas independentemente do estado em que se encontram ou de quanto tempo queiram ficar. Que encontrem em nós um lugar em que possam descansar.

Na verdade todas as casas que tivemos ao longo das nossas vidas, foi Deus quem providenciou. Se entendermos que tudo de bom provém dEle então, nós também somos hóspedes, Ele é o dono! Se tivermos em mente sempre que o nosso coração também pertence à Ele, então sabemos que sempre existe moradia para aqueles que precisam, assim como encontramos moradia em Cristo Jesus.

Que sejamos hospitaleiros ao ponto de ser refúgio e descanso para todos aqueles o qual Ele nos enviar. Que entrem e encontrem a paz que necessitam ao ponto que reverenciarem o verdadeiro dono! E se for difícil então recorreremos sempre à Ele.

“Não vos esqueçais da hospitalidade, porque por ela alguns, sem o saberem, hospedaram anjos.” (Hebreus 13.2)

 

Fotografia: wixstatic.com

Escrito por

Há quase dez anos mora na cidade cinza de São Paulo. Busca cores nas paletas que o Criador deixou. Graduou-se em Biologia e fez Mestrado na área de Neurocomportamental. Ama leitura e concorda com C.S.Lewis: "A experiência é uma professora cruel, mas você aprende. Meu Deus! Como você aprende!"

Um comentário em “Seja Bem Vindo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s