O Deus “Papai Noel” que não existe

Recentemente ouvi uma entrevista muito interessante com o professor Leandro Karnal onde ele dizia: “Não existe governo corrupto em uma nação ética, e não existe nação corrupta com um governo transparente”. Essa frase ficou martelando na minha cabeça por vários dias.

Para este post, eu poderia abordar uma infinidade de subtemas nessa área, mas gostaria de fazer uma reflexão sobre os perigos da corrupção em nosso relacionamento com Deus.

Em 2014 fui convencida pelo Espírito Santo a gastar mais tempo com a Palavra de Deus (prometo contar essa história em detalhes em outro post). Eu estava com trinta anos e me dei conta de que, mesmo tendo nascido em um lar cristão, nunca havia lido a bíblia toda (todos os 66 livros, 1.189 capítulos e 31.102 versículos). Após um ano, finalmente concluí o projeto. E eu fui transformada! Comecei a abrir mão de MUITA coisa que estava acostumada a fazer, pois havia adquirido, ao longo daquele ano, um nível mais profundo de intimidade com Deus, compreendendo quem Ele é de verdade, e não a imagem dele que eu havia criado na minha cabeça; também, descobri pecados em mim que jamais imaginei que tivesse. A sensação foi que a Palavra de Deus estava literalmente sendo “lâmpada para os meus pés e luz para o meu caminho”.

A Bíblia nos ensina muito sobre Deus: quem Ele é, como age, o que O agrada e como podemos nos relacionar com Ele. Se cremos em um Deus “Papai Noel” que nos dá tudo o que queremos, que não exige de nós nenhum tipo de mudança ou sacrifício, que se amolda aos nossos padrões e gostos pessoais, precisamos tomar cuidado! Deus não funciona dessa forma! Não dá para ‘dar um jeitinho’ com Deus, ou sugerir “uma mão lava a outra” porque as Suas mãos estão sempre limpas.

As redes sociais, por exemplo, estão cheias de teologias corrompidas. Quantas vezes você já viu a foto de uma moça (ou rapaz) mostrando o corpo de maneira indecorosa, e logo abaixo a frase: “Tudo posso naquele que me fortalece!”; ou de um casal que se uniu após o marido abandonar a primeira esposa com os filhos, e abaixo da foto: “Presente de Deus”; ou ainda, pessoas que vivem suas vidas em padrões completamente diferentes dos que a Bíblia nos instrui, mas estão sempre postando “frases gospel” do tipo: “Deus vai me dar a minha benção.”

Perdoem a sinceridade, mas esse Deus não existe! Ou talvez até exista, mas certamente não se assemelha em nada com o Deus descrito nas Escrituras. Tentei resumir alguns versículos que podem nos ajudar a compreender o caráter de Deus. Encorajo você a buscar esses textos dentro do contexto, que fará muito mais sentido.

  • Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para o ensino, para a repreensão, para a correção e para a instrução na justiça” (II Timóteo 3:16): A Bíblia é a Palavra de Deus, e deve ser respeitada como um TODO. Ou seja, não podemos escolher apenas o que nos convém e ‘deletar’ as partes que não nos agradam. Muitas heresias partem dessa ideia perigosa de criar um “evangelho Frankenstein” cheio de remendos, que em nada se assemelha ao verdadeiro evangelho descrito na bíblia.
  • “Quanto à antiga maneira de viver, vocês foram ensinados a despir-se do velho homem, […] a serem renovados no modo de pensar e a revestir-se do novo homem.” (Efésios 4:22-24): Cuidado com pessoas (ou igrejas) que pregam “venha como está e permaneça como está”. A evidência de alguém que caminha com Cristo é uma vida transformada, deixando para trás as coisas que desagradam a Deus. Jesus andava com todo o tipo de pessoas, SIM! Mas por onde passava, vidas eram transformadas!
  • Tudo é permitido”, mas nem tudo convém. “Tudo é permitido”, mas nem tudo edifica.” (1 Coríntios 10:23): Precisamos aprender a dizer “não” para certas coisas. Eu, por exemplo, gosto bastante de assistir séries, mas decidi abrir mão de algumas que gostava muito, por perceber que aquilo não estava me edificando em nada, por observar que aquela série fazia apologia à imoralidade sexual, à violência e outras coisas assim. É pecado assistir séries? Penso que não. Mas as vezes precisamos abrir mão de certas coisas simplesmente porque amamos mais nosso relacionamento com o Senhor. 
  • “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus.” (1 Coríntios 10:31): Por muito tempo pensei haver uma separação entre o secular e o sagrado, mas tenho aprendido que, se servimos a Jesus, TUDO o que fazemos é espiritual: seja cuidar dos filhos, cozinhar, conversar com uma amiga, postar algo na internet ou trabalhar. Jesus deseja ser parte integral de nossas vidas! 
  • “Ó Deus, tu és o meu Deus, eu te busco intensamente; a minha alma tem sede de ti!” (Salmos 63:1,2): Deus é relacionamento e não religião! Quando compreendemos a profundidade disso, seguir as instruções de Deus e abrir mão das nossas próprias vontades para viver a d’Ele, deixa de ser um sacrifício e passa a se tornar algo extremamente prazeroso. Eu amo meu marido, gastar tempo com ele não é um sacrifício para mim, mas uma alegria. Penso que, da mesma forma, podemos aprender a ter prazer na companhia do Senhor e encontrar um desejo crescente em meditar na Sua palavra. 
  • “Deem fruto que mostre o arrependimento!” (Mateus 3:8): Deus é aquele que perdoa pecados! Não importa o quanto você já tenha errado nessa vida (bem vinda ao time!), Deus é o ÚNICO capaz de nos “perdoar os pecados e nos purificar de toda injustiça”. A Bíblia diz que uma árvore é conhecida pelos frutos, portanto, se somos pessoas realmente transformadas, precisamos demostrar esses frutos. Alguém que fofocava, não fofoca mais; uma mãe que não ensinava os filhos sobre Deus, agora separa um tempo para devocional em família; alguém que não conseguia perdoar quem o feria, agora é livre para liberar perdão e “dar a outra face”… os exemplos são infinitos! 
  • “Porque eu, o Senhor, não mudo” (Malaquias 3:6): Deus não muda! A Bíblia não nos dá respaldo para dizer que Deus se amolda à cultura ou padrão moral dos tempos e eras. Seus princípios permanecem imutáveis. Não é porque somos imperfeitos e incapazes de seguirmos Suas instruções, que Ele deixou de ser quem Ele é!
  • “Por meio disso todos saberão que vocês são meus discípulos, se tiverem amor uns pelos outros” (João 13:35): Eu fico muuuuito triste quando vejo pessoas que, se dizendo cristãs, tratam os outros com desamor. Quantas vezes você já leu nas redes sociais comentários cheios de julgamento, de orgulho, de ódio, e quando foi lá ver o perfil da pessoa, está escrito: “Eu e minha casa serviremos ao Senhor”? Não sei vocês, mas eu fico arrasada! Se nós, que nos dizemos cristãos, não demostrarmos amor, como podemos dizer que somos discípulos de Jesus? Deus não apenas tem amor, Ele É amor! Para sermos Seus discípulos, precisamos AMAR!

Parafraseando o professor Leandro Karnal: “Não existe cristão corrupto com um coração ético, e não existe coração transparente em um cristão corrupto”. Portanto, não sejamos corruptos em nosso relacionamento com o Senhor, mas busquemos a integridade, amando a Deus por quem Ele realmente é!

Fotografia: Aaron Burden on Unsplash

Escrito por

Seguidora de Jesus, Brasileira de Manaus-Amazonas, casada e feliz há 9 anos com um americano, homem de Deus (Aaron), mãe de três crianças lindas (Noah - 7 anos, e um casal de gêmeos de 4 anos - Julia e Benjamin). Compositora e cantora (amadora). Formada em odontologia há 10 anos, mas atualmente dedica-se em tempo integral à família e criação dos filhos. Não recusa um convite para uma boa prosa, ainda mais se tiver um cafezinho e banana frita! Mora com a família em Indiana, nos Estados Unidos.

10 comentários em “O Deus “Papai Noel” que não existe

  1. A cada dia descubro que você é bem descendência de D.Djanira, uma serva de Deus no verdadmiro sentido da palavra.
    Achei muito interessante o que escreveu , lendo refleti que também acredito na imutabilidade de Deus , vejo que tem coisas que bem gostaríamos que fosse diferente para podermos fazer do nosso jeito e Ele aceitarespondeu mas é claro que é loucura Nós é que temos que agradá-Lo e não o contrário. Muito boas suas reflexões e seus exemplos de Cristã e até o modo como educação seus filhos .Só tenho a agradecer a Deus por sua vida.Abraço.

    Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s