Desacelere e confie!

Recebi esse tema, no mês de Maio deste ano, pelos organizadores da Escola Bíblica de minha igreja, para dar uma palestra. Foi um grande desafio para mim, não me sentia apta. No entanto, o Senhor me lembrou de sua graça e que deveria dividir o que Ele estava me ensinando.

Talvez como eu, você também seja do tipo que, quando vê algo a fazer, faz logo, cria estratégias e, talvez, algumas vezes, se incomode com pessoas que não se envolvem e nunca se oferecem para fazer, mesmo tendo tempo.

Nesse ano recebi o grande desafio de aceitar ficar seis meses esperando e orando por uma direção ministerial. Eu achei que ia morrer, surtar, perder tempo… Mas agora não decido mais minha vida sozinha e a pessoa que Deus me deu, meu marido, obteve essa direção. Meu coração apressado, no início, queria teimar, mas coloquei minha confiança no Senhor e como esposa, descansei na decisão do meu marido. Foram meses incríveis, onde aprendi muito sobre mim, sobre Deus e sobre a vida. Teria sido um erro ter seguido como estava.

Em meio a essa experiência toda, o Senhor falou comigo num texto em I Reis 1, usando a vida de Adonias como exemplo e gostaria de compartilhar com vocês.

Adonias era filho de Davi. A Bíblia relata que ele era forte, inteligente e de boa aparência. Davi por sua vez já estava bem velho, quase a beira da morte. No pensamento de Adonias, ele deveria ser escolhido como rei, e com medo de ser deixado para trás, ou de que seu pai morresse, resolveu se “auto coroar” rei. O texto também nos dá a informação de que ele nunca antes havia sido contrariado por seu pai.

Então, Adonias, arruma umas 50 pessoas, organiza sua própria festa surpresa e sai nas ruas festejando seu reinado.

O profeta Natã e Bateseba, unem-se, lembrando a promessa de Deus sobre a vida de Salomão, como sucessor do reinado, e vão até Davi, de maneira sábia. Comunicam do que anda acontecendo na cidade. Davi então toma as devidas providências. Nomeia Salomão como rei, declara bênçãos, e quando todo o povo fica sabendo, todos se alegram, de maneira que o chão chega a tremer com o barulho da festa.

Os que estavam com Adonias ficaram apavorados e o deixam. E Adonias se prostra junto a um altar e vai pedir o favor de Salomão, para que não morra. Salomão tem misericórdia dele, mas ainda assim, Adonias, com ambição, comete outro erro, e acaba morto.

Com essa história pude tirar algumas lições para nós:

  1. É o Senhor quem determina as coisas, não nossa capacidade.

Apesar de Adonias ter talento, ser bonito e talvez até seguisse uma lógica para querer ser rei, não era ele quem Deus havia escolhido para aquela função.

Muitas vezes olhamos para nossos líderes ou cônjuges e pensamos: “ele (a) é devagar, não faz as coisas, eu vou ter que dar meu jeitinho”. Não podemos esquecer que Deus os chamou e Ele os determinou como autoridades. Se casamos, aceitamos isso, se entramos numa igreja, ministério, missão, também nos sujeitamos a isso.

Deus chamou Salomão. E independente do tempo, a ordem Dele prevalece. Eis a questão da pressa e da urgência. O plano de Deus é urgente. É prioridade. Mas Ele não conduz nada com pressa. Ele segue cada passo e seu tempo correto.

2. Adonias chamou pessoas vulneráveis para ser sua platéia

Pessoas aceleradas são boas manipuladoras, como acham que alguns conselhos são atraso em sua vida, arrumam pessoas fáceis de influenciar e apoiar suas ideias. Mas na hora do perigo, acabam sozinhas.

Pessoas aceleradas sabem fazer com que outros lhe sigam e cumpram seus planos errados. Adonias nem lhes deu tempo para pensar e conseguiu juntar 50 para seguí-lo.

Tem pessoas que querem que a gente dê conselho também rapidamente. Nunca aceite isso. Você pode estar sendo vulnerável assim.

3. Pessoas precisam ser contrariadas para acertar

Hoje cada vez mais estamos num mundo onde é proibido corrigir e falar. Até mesmo no ensino público agora, e em outras escolas, é proibido colocar “X” nas avaliações. Pais tem medo de contrariar seus filhos e perderem eles para o “mundo”. Mal sabem que estão formando pessoas aceleradas, ansiosas e manipuladoras, que não saberão respeitar os limites da vida.

O sábio aceita repreensão, procura conselho e não foge do confronto.

4. Adonias não pediu conselhos

Pessoas aceleradas informam suas decisões para seus líderes. Pessoas sábias incluem seus líderes na formação das decisões. Dividem, compartilham, pedem opinião e oração.

Se Adonias tivesse dividido isso que fez com alguém, ele não passaria tamanha vergonha. Ele teria sido lembrado pelo profeta Natã que havia uma promessa sobre a vida de Salomão, e que mesmo que ele lutasse, não seria rei.

Quantas pessoas chegam na liderança de sua igreja, de seus discipuladores, e só informam de um namoro, um emprego, de um ministério que está deixando ou entrando… Nossos líderes normalmente possuem mais experiência, e tem visão do que Deus deseja para o corpo.

5. Quando é plano de Deus, tudo coopera.

O próprio Salomão nem é citado na história. O herdeiro da promessa estava sossegado em algum lugar, enquanto sua mãe e o profeta trabalhavam pelo seu reinado.

Somos filhas de Deus e herdeiras de muitas promessas. Devemos seguir o exemplo de Salomão. Ficar sossegadas no lugar de descanso que o Senhor deseja que estejamos. Salomão não se adiantou em nenhum processo. E tudo veio em suas mãos, assim como deveria ser.

Quando as coisas acontecem na vontade do Senhor, a alegria vem de forma voluntária por meio do povo de Deus. Nada é forçado. Não precisamos contratar gente para ser feliz do nosso lado. Lemos no texto que houve um barulho de tremer o chão quando a vontade do Senhor foi realizada, todo o povo estava em festa.


Quantas vezes somos como Adonias! Consideramos que Deus está demorando em alguma coisa… Então pegamos nossa “coroazinha”, colocamos em nossa cabeça, juntamos três ou quatro para concordar com a gente, e nos sentimos reis ou rainhas.

Jesus é nosso Rei e Senhor. Ele é quem o Senhor mandou sentar no trono. Tudo que Deus tem determinado vai acontecer.

Sempre que formos apressadas, chegará o tempo de recebermos a devida correção, e ter que descer do trono que a gente mesmo se colocou.

Com isso, deixo algumas aplicações práticas:

  • Pare antes de tomar decisões. Avalie bem as supostas urgências em sua volta.
  • Não tome decisões levada pela pressão dos outros.
  • Peça conselhos.
  • Se cansar, não desista, descanse!
  • Aprenda esperar | Ninguém ouve Deus na pressa.|
  • Confie! |“Confiar em Deus é algo que precisa ser iniciado a cada dia, como se nada tivesse sido feito até então.” CS Lewis |
  • Use a ansiedade a seu favor. |“A ansiedade tem utilidade, pois nos estimula a buscar com um anseio mais profundo aquela paz completa e inexpugnável – que não se pode conquistar através da força. ” Agostinho|
  • Desacelere, se desfaça. Entenda que o Senhor reina em tudo.

Que sejamos mulheres sábias, que confiam no Senhor, e não tomamos a dianteira, assim como Adonias.

 

Foto: Thought Catalog from Pexels

Escrito por

"Uma quase Campineira, casada com um baiano que conheceu no Instituto Bíblico Peniel, onde se formaram em Teologia, e uniram duas culturas diferentes, o que tem tornado suas vidas mais empolgantes e cheias de amor. É psicóloga, gosta de ler, ouvir boa música, apreciar o pôr do sol e tomar uma Coca com amigos. Nos últimos 2 anos, serviram ao Senhor em Campinas/SP, onde seu marido foi pastor auxiliar, de jovens e adolescentes. Agora, decidiram continuar o treinamento para o trabalho missionário com povos transculturais. Ambos desejam alcançar os que ainda nunca ouviram falar sobre Deus."

5 comentários em “Desacelere e confie!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s