Amigos e Conhecidos

Amigo é pra sempre.
Conhecido é até um pequeno desentendido.

Amigo é sempre presente.
Conhecido é quando lhe é conveniente.

Amigo num mal entendido, te conhece, permanece, esclarece.
Conhecido não compreende, te ofende, bloqueia e até esquece.

Amigo nunca deixa de falar com você.
Conhecido quando melindre, sempre arruma um motivinho.

Amigo é ouvido sempre presente. Amigo é família sem teu sangue.
Conhecido pode ter até seu sangue, mas não se faz presente nem amigo.

Amigo faz sempre o bem pra você crescer.
Conhecido tenta ser melhor que você e usa suas fraquezas pra se promover.

Amigo ouve um problema e ora por você.
Conhecido escuta pela metade e critica.

Amigo fala a verdade. Conhecido elogia na frente, e por trás te distorce e debocha.

Amigo se alegra com suas conquistas e vitórias.
Conhecido diz que foi sorte e te pergunta: “como foi que conseguiu?”

Amigo muda o caminho, a rotina…
Conhecido sempre está ocupado.

Amigo é quem te olha com apreço. Quem te quer sempre perto. Quem acredita em você. Quem te edifica com palavras.
Amigo está na fartura e na “faltura” rs.
Amigo sonha teu sonho.
Amigo te enche de atitudes, não de discursos e promessas.

Amigo é uma intervenção divina.

Encontramos mais histórias de traições e intrigas entre irmãos de sangue do que entre os amigos.

A contar, do primeiro homicídio da história, ocorrido entre irmãos.

Amigos não são obrigados a se amarem por convivência (ou conivência), mas amigos são unidos por convivência. Por uma situação difícil vivida junto ou por uma alegria compartilhada.

Já tive muitos conhecidos, mas amigos tenho poucos. Poucos mas preciosos e que não abro mão.
Os conhecidos me ajudaram a ser forte e realista.
Os amigos permitiram da minha fraqueza criar forças e transcender a tudo que é real.

Desejo que encontre amigos. E que apesar de um mundo frenético e egoísta, que nos leva a ser superficiais, consiga ser mais que apenas um “conhecido”.

#FelizdiadoAmigo

Foto: Helena Lopes from Pexels

Escrito por

"Uma quase Campineira, casada com um baiano que conheceu no Instituto Bíblico Peniel, onde se formaram em Teologia, e uniram duas culturas diferentes, o que tem tornado suas vidas mais empolgantes e cheias de amor. É psicóloga, gosta de ler, ouvir boa música, apreciar o pôr do sol e tomar uma Coca com amigos. Nos últimos 2 anos, serviram ao Senhor em Campinas/SP, onde seu marido foi pastor auxiliar, de jovens e adolescentes. Agora, decidiram continuar o treinamento para o trabalho missionário com povos transculturais. Ambos desejam alcançar os que ainda nunca ouviram falar sobre Deus."

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s