Desenvolvendo a perseverança.

Quando penso em perseverança me vem à mente aquela pessoa que está há alguns anos tentando o vestibular de medicina ou aquele concurso público difícil de entrar, aquela pessoa que paga academia e efetivamente vai, aquele inventor que continua tentando descobrir como fazer seu projeto funcionar mesmo depois de 214 tentativas frustradas, a mãe recém parida que está há dois dias tentando amamentar o bebê e ele não está conseguindo fazer a pega e o leite está pouco. Poderia continuar falando de várias outras coisas das quais eu me lembro e você também poderia acrescentar outros exemplos, mas o fato é que quando penso em perseverança, penso também em sucesso. As pessoas que conseguem perseverar, persistir, continuar mesmo quando as circunstâncias em volta sugerem outro caminho, me parecem ter mais chance de ser bem sucedidas em suas empreitadas que as que não o fazem. Posso concluir então que a perseverança é uma boa qualidade a ser desenvolvida.

Beleza. Agora, partindo para a prática, como posso fazer isso? Como posso desenvolver a perseverança na minha vida diária? Sempre gosto de procurar dicas práticas na Bíblia e dessa vez não seria diferente. Fui procurar e encontrei aquele tapa na cara que dá uma acordada na gente:

 “Também nos alegramos ao enfrentar dificuldades e provações, pois sabemos que contribuem para desenvolvermos perseverança, e a perseverança produz caráter aprovado, e o caráter aprovado fortalece nossa esperança, e essa esperança não nos decepcionará, pois sabemos quanto Deus nos ama, uma vez que ele nos deu o Espírito Santo para nos encher o coração com seu amor.” (Romanos 5.3-4 Nova Versão Transformadora)

Eu queria que as coisas fossem como no filme Matrix, onde eles inserem um programa que ensina a pessoa a pilotar um jato e ela sai pilotando, mas a vida não é assim. Não existe mágica. A perseverança não vai brotar do nada, ela vai ser desenvolvida quando enfrentamos dificuldades e provações. As dificuldades e provações estão aí pra todo mundo, não tem quem escape, a questão é o que fazemos com elas. Podemos entender nossas lutas do dia a dia como oportunidades de crescimento e, principalmente, de aprendizado. Quando deixamos de questionar “por que estou passando por isso?” e passamos perguntar “o que posso aprender com isso?”, as experiências difíceis passam a ter outra dimensão. As dificuldades nos ajudam a desenvolver a perseverança, que nos traz experiência, que gera esperança. E não é uma esperança vã, pois é baseada na certeza do amor de Deus! O amor Dele, provado pelo sacrifício de Jesus na cruz, a convicção de que Ele sempre está conosco, nos ajuda a perseverar em meio às loucuras da vida… ahhhhh que alívio!

Que Ele nos ajude a perseverar (persistir, insistir, continuar, permanecer), que Ele nos ajude a encontrar em cada situação difícil uma oportunidade de aprender mais, que para a Glória Dele sejamos bem sucedidas naquilo que nos propusermos a realizar. A luta continua sendo diária, mas continua valendo à pena!

Fotografia: Juan Carlos Pablo on Unsplash

Escrito por

Sou goiana de nascimento, brasiliense de coração, mas cidadã do Brasil todo. Como filha de pastor, já perdi as contas de em quantas casas morei! Bíblia, teologia, enfermagem, futebol, música, cinema (muito cinema), séries (muitas séries), livros (muitos livros), esportes (mais assistir que praticar)... tudo isso mexe com meu coração. Sou metida a escritora (escrevi o livro "Copo com gelo") e movida à saudade! Vamos conversar?

Um comentário em “Desenvolvendo a perseverança.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s