Tantos encontros e os diferentes itinerários

Tempos atrás, no metrô, comecei a observar as pessoas e imaginar como seria cada uma delas (quais eram seus sonhos, alegrias suas histórias de vidas). Algumas cheguei a imaginar como minhas amigas. Isso remeteu ao modo inesperado que conheci pessoas fantásticas no decorrer da minha vida. Por mais que nem todas saibam quão importantes foram. Pessoas que jamais imaginei que marcariam minha história.

Quem diria que nos simples “bom dia” na breve conversa na fila do banco, nas manhãs de domingo na igreja, na faculdade, encontraria pessoas que ajudariam a moldar o meu “eu”.

Certa vez comentei, com um amigo, que a vida é muito curta para tantas coisas que gostaria de realizar. Acho que a vida também é curta para tantas pessoas que gostaria de encontrar.

Imagino nossas vidas como um vagão de trem. Nas paradas das estações pessoas entram e permanecem um tempo, dividindo uma breve viagem de um ponto ao outro. Apesar de serem diferentes com nosso modo de ser, parte delas ficam conosco e parte de nós vai embora com elas. Algumas apesar de não sentarem próximas, nos remetem de longe um sorriso, uma solicitude e serenidade que nos abençoa.

Esses dias achei uma foto antiga de um acampamento, da minha época de adolescente. Questionei o porquê o horário de meu itinerário ter diferido tanto de alguns amigos. Como gostaria que eles tivessem permanecido mais. Alguns tenho quase certeza que não mais verei, como se tivessem descidos em outra estação para nunca mais subir no mesmo trem.

Isso dói e por vezes ou outra me pego orando e desejando que os itinerários se assemelhem novamente mesmo que agora estejamos com mais bagagem, algumas de alegrias, mágoas e perdão. E Senhor, como é difícil despedir daqueles que nem ao menos avisaram que desceriam em outra estação. Ou que esperávamos que partiriam em algum momento e quando partiram levaram uma parte da nossa bagagem.

Olho vez ou outra pela janela e espero ver uma figura conhecida em alguma estação, que adentrem novamente o vagão. Sei que muitos se foram e seus lugares vagos silenciam uma boa parte da minha viagem. Entretanto em cada parada surge a esperança que encontrarei nas boas palavras de C.S.Lewis aqueles que poderei dizer: “O quê? Você também! Pensei que eu era o único.”

A vida é feita de encontros e desencontros. De histórias cruzadas. Enquanto escrevo, vejo o meu sobrinho de um aninho debaixo da mesa me olhando e rindo. Ele começou a caminhar sozinho faz pouco tempo. Ambos entreolhamos um para o outro e rimos nessa mesma época, nesse momento, nessa mesma noite. Dois passageiros no mesmo vagão. Ele começou sua viagem há pouco e tem tanto para percorrer. Tantos viajantes que vai conhecer, rir, partilhar. Entretanto tem dias que me sinto como ele, ainda no início de viagem, tendo passado por poucas estações que chega a ser um insulto para os primeiros cabelos brancos que tem nascido em minha cabeça.

Ainda tanto para percorrer, tantos encontros nessa vida até que meu trem pare na estação final e junto com todos aqueles que se foram nos encontremos novamente junto ao Maquinista.

Para aqueles que cruzaram meu caminho, ou aqueles que ainda irei encontrar, roubo a frase de Carl Sagan:

“Diante da vastidão do tempo e da imensidão do universo, é (foi) um imenso prazer para mim dividir um planeta e uma época com você.”

Fotografia: Pixabay

Escrito por

Há quase dez anos mora na cidade cinza de São Paulo. Busca cores nas paletas que o Criador deixou. Graduou-se em Biologia e fez Mestrado na área de Neurocomportamental. Ama leitura e concorda com C.S.Lewis: "A experiência é uma professora cruel, mas você aprende. Meu Deus! Como você aprende!"

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s