O que NÃO DIZER PARA UMA MULHER SOLTEIRA

Fui uma mulher solteira até meus 27 anos de idade e, mesmo sendo jovem, ouvia coisas inadequadas de todos os lados. Sinto-me hoje no dever de, em nome das mulheres solteiras, falar sobre isso, de casada para casadas, até porque sendo solteira, às vezes, fica difícil tratar de áreas tão delicadas. Algumas preferem se calar, esquecer para ignorar a dor, o constrangimento e até mesmo, manter a paz.

Perguntei para várias mulheres que são solteiras ou que casaram “mais tarde” o que não gostam/gostaram de ouvir sendo solteiras, como também comportamentos que ferem, que desagradam e o que incomoda. Todo esse texto é baseado nessas respostas, somado à algumas considerações. Quero aproveitar aqui para agradecer por terem aberto o coração e compartilhado experiências tão profundas.

Eu acredito que os comentários e atitudes que surgem não são somente por maldade, mas pode ser por falta de sabermos como agir, o que fazer, como falar e o que de fato atinge o coração dessas irmãs. Meu intuito aqui, então, é facilitar, ajudar a ver como podemos fazer para não ferir nossas irmãs com nossas atitudes e palavras.

Como filhas de Deus, mulheres que amam ao Senhor, e que desejam ser melhores no amor, vamos aprender a amar essas irmãs. Antes de ler, deixe suas críticas de lado e esteja com o coração aberto. Se policie para não julgar o motivo de cada item, policie-se para não considerar essa irmã como uma vítima.

Observação super importante aqui: estou me referindo a mulheres acima de 20 anos, jovens realmente cristãs que esperam em Deus. Meninas mais jovens que isso, entendo que devem estudar e amadurecer primeiro. É solteira porque tem que ser mesmo, há tempo para tudo!

Vamos lá! Abaixo estão as perguntas/comentários descritos como não edificantes. Em seguida da pergunta ou comentário, vem descrito o que sentem ao serem questionadas e mais algumas considerações.

  • Você já encontrou alguém? – Será que eu desejo isso? Casamento é uma meta de vida? Deus prometeu o casamento para todas? Deus tem alguém para todas as mulheres? Temos falado, vivido, questionado, opinado, com base bíblica ou com “achismos”, senso comum, “experiência de vida”? Pode ser bom pra nós estar casadas, mas será que nossa alegria deve ser transformada num questionamento para quem ainda não casou?
  • Não tem solteiros no seu campo missionário? – Será que esse é o primeiro questionamento que gostaria de receber ao voltar para minha igreja? E sobre as almas que foram salvas? E sobre minha rotina? E sobre as grandes experiências que tive com Deus nesse tempo? E se há solteiros, o principio para casar é somente estar solteiro? Não tem que ter afinidade, propósito, etc?
  • “Irmãs! Tenho uma novidade!” Daí as mulheres respondem: “ah, arrumou um namorado?”. “Ah não, não era isso..” – A única conquista na vida de uma mulher é um marido? Não existe outra novidade a ser conquistada na vida? Precisamos aprender a ouvir, sem interromper e completar as frases das pessoas.
  • Você escolhe demais! – Será que tem tanta opção no mundo, para usar esse “demais”? Será que está errado orar e esperar em Deus um homem com propósito? Será que realmente me conhecem para afirmar tal declaração? Você cultiva relacionamento com as moças solteiras para investir em suas vidas tal pergunta?
  • Precisa conversar com mais homens! – A manipulação vem de Deus? Sou um produto que precisa mostrar para ser negociado? Amizades devem ser sinceras e sem interesses.
  • Até agora nenhum rapaz te chamou atenção? – Será que se fica solteira por desatenção?
  • Você quer casar? – Será que estão colocando em cheque minha sexualidade? E, se tivesse intimidade, essa pergunta não seria feita.
  • Fulano é um bom partido pra você, dá certinho! – Será que essa ajuda foi solicitada? Sabemos o que é melhor para a vida do outro?
  • E aí? Não vai casar não? Vai ficar encalhada para o resto da vida?! – Só porque eu ainda não casei, e talvez nem me case, não significa que ninguém me quer ou que eu estou parada na minha vida. Quando se diz “encalhada”, entendo que é alguém que não consegue se movimentar, mas ao contrário disso, a palavra de Deus diz que um solteiro na obra dele pode se movimentar mais para Ele.
  • Você está confusa com suas decisões porque está solteira e, dependendo de onde você for, não encontrará ninguém. – A mulher casada nunca é confusa ou insegura? Devemos colocar o peso de todos os problemas no estado civil de alguém? É isso que a Palavra de Deus ensina? Sou casada e mãe agora, e creio que todas podemos afirmar o quanto isso traz insegurança e medos!
  • Eu acho que você não está feliz porque é solteira. – Casar traz felicidade, ou a suficiência vem de Deus? Em alguns casos, a pessoa nem está triste por ser solteira, mas passa a ficar, pois ouve de “alguém experiente” e toma para si como uma verdade.
  • Você vai encontrar alguém viu, eu sinto! Estou orando! – De que texto bíblico tiramos isso? Não há texto nenhum indicando que casamento é promessa de Deus. É projeto, não promessa. (leia meu texto publicado no Karíssimas: Deus tem alguém para você?)
  • Vamos orar para que case este ano! Tá faltando só você! – Casar é como um jogo de encontrar pares corretos? Todos tem que estar casados?
  • Onde estão os rapazes dessa igreja que não agem? – Sou um item que deve corresponder à ação de alguém? Se um homem vem pra cima então é irresistível?
  • Porque não casou ainda? Precisa visitar outras igrejas! – É uma caça? Deus não conhece as minhas necessidades?
  • Sua vida é muito mais fácil, pois é solteira.
  • Você tem mais tempo, pois é solteira.
  • Pede para a “fulana” fazer, ela não faz nada! – Será que vivo num paraíso? Num mundo diferente? Não tenho problemas? Não tenho compromissos? Não mereço ser consultada? Não tenho atividades? Se tenho 100% do meu tempo para o Senhor, posso já ter preenchido! Posso ser solteira sem ser desocupada. Desde que eu me casei noto como passaram a me respeitar mais, até falam diferente comigo ao solicitarem as coisas, me dão tempo para pensar se posso. Por que não agir da mesma maneira com as solteiras?
  • Final de culto, conversa informal ou tempo de comunhão… Fulana, com licença, assunto de mulheres casadas. – Será que, gentilmente, o assunto não poderia ser mudado, para adequar a todas que estão presentes? Inclusive as solteiras? Nossas irmãs em Cristo?
  • Vamos pegar a “fulana” e mudá-la de lugar. – Porque se é solteira não merece ser ouvida? Por que acham que podem decidir em lugar de uma pessoa solteira?
  • Solteiras? Ah, podem dormir em qualquer lugar. Vamos deixar os quartos para as mulheres casadas. – Não sou especial? Minhas necessidades são menores?
  • Chá de panela: fulana, espera na sala ao lado, pois o assunto agora é de mulheres casadas. – Se for pra expor desse jeito, é melhor não convidar. A mulher solteira não tem vida com Deus? Será que não tem nada para ensinar?
  • Escola Bíblica: se vamos falar sobre Marta e sua irmã Maria, sobre Ester, Débora… as aplicações e exemplos sempre voltam para o casamento e filhos. – Será que a Bíblia é tão incompleta assim que vamos sempre tirar princípios somente para casamento e maternidade?
  • Você viu o irmão que chegou na igreja? Combina certinho com você! Vai lá se apresentar! Você precisa se mover! – Será que transparece em meu rosto essa tão grande necessidade de casar? Toda vez que chega alguém novo já tentam me jogar em cima da pessoa. Não podemos ser amigos naturalmente? Essas atitudes estragam boas amizades. Nem todo relacionamento acaba em namoro.

Conclusão:

Ser mulher de Deus solteira é ser gente “também”, gente que:

… tem sentimentos, merece ser ouvida, não é menina ou imatura para sempre. Quando será vista como adulta? Quando casar? Quando uma mulher se torna mulher? Quando passaremos a tratar essas jovens com responsabilidade? Quando elas mudarem de sala na Escola Bíblica?

… pode ser feliz, satisfeita em Deus.

… pode ter voz para decidir, pois ouve a Deus.

… merece respeito à sua intimidade (com quem anda e se relaciona) e às suas decisões.

… pode dizer não. Tem um tempo maior livre, mas por isso mesmo, já fez vários compromissos. Tem sua vida pessoal, seus compromissos, estudos e seu próprio lazer (que deve ser respeitado).

… quer ouvir e aprender sobre as mulheres da Bíblia, com as aplicações para sua vida também.

… não quer ser convidada como madrinha de casamento, se no convite constar: fulana e seu futuro “quem sabe” namorado.

… pode ter um quarto especial na casa, pode ser bem acomodada num retiro.

… gosta de ser levada a sério.

… aprecia ser consultada, não e colocada em ministério sem seu consentimento.

… tem um cabeça, e esse é Cristo.

A recomendação que recebemos na Palavra de Deus em Tito 2: 4-5 é de realmente poder orientar sobre amar marido e filhos, mas NÃO É SOMENTE isso. Diz que podemos ajudá-las a serem prudentes e puras, a estarem ocupadas, serem bondosas, a fim de que a Palavra de Deus não seja criticada por aqueles que não a conhecem (Versão Viva).  

Vamos ouvir as experiências com Deus que as mulheres solteiras têm, sem ter de depender do casamento ou dos filhos para isso. A nossa vida também não se resume a isso. Se esse padrão tem te definido, precisa pedir ajuda para uma amiga solteira sobre como voltar a depender do Senhor e se satisfazer Nele. Convide-as para comer em casa, não somente para ficar com as crianças. Orem juntas. Divirtam-se.

Vamos ensinar pelo exemplo, caso um dia elas venham a casar. Que possamos deixar um cheiro suave, um bom legado sobre o casamento e a família. E que nossos desabafos encontrem ouvidos certos, independentemente do estado civil de quem nos ouve. Não coloquemos peso nos ombros de quem ainda não se casou.

Ser solteira é bênção e tem suas lutas, assim também, como ser casada.

Este texto não é contra o casamento, pelo contrário, é a favor do respeito, amor, empatia e do saber falar e ouvir.

Escrito por

"Uma quase Campineira, casada com um baiano que conheceu no Instituto Bíblico Peniel, onde se formaram em Teologia, e uniram duas culturas diferentes, o que tem tornado suas vidas mais empolgantes e cheias de amor. Também é mãe de uma linda menina, atualmente com cinco meses. Gosta de ler, ouvir boa música, apreciar o pôr do sol e tomar uma Coca com amigos. Nos últimos dois anos, completaram uma formação como missionários transculturais, e agora sua família deseja alcançar os que ainda nunca ouviram falar sobre Deus."

9 comentários em “O que NÃO DIZER PARA UMA MULHER SOLTEIRA

  1. Muito bom seu texto! Deus te abençoe
    Já algum tempo tenho este pensamento sobre respeitar as solteiras e cuido para não cometer esses erros grosseiros
    Visto que vivi muito isso quando era solteira e sofri muito, pois me casei aos 29 anos

    Curtido por 2 pessoas

  2. Os seus textos são daqles que não podem ser lido no aligeirado ou no auge do cansaço… Por ser leve, vale a pena gastar tempo em apreciar cada impressão da autora… Como me insiro na categoria das solteiras, posso sim, reiterar cada posicionamento, critica, deboque, desrespeito e insensibilidade de muitos (as) que diante de escolha ou trajeto alheio, definem e sem nenhum “crivo santo” prejugam e/ou condenam as solteiras… Na longa trajetória com Deus, e hj, aos 41 anos, ainda sigo na busca em e com Deus, sabendo que somente nele há completude e suficiência… Desse trajeto, trouxesse a memória todos os episódios por mim vivenciados; e o mais marcante para mim era: “ela se doou tanto na obra e daí”? Ainda tá solteira”… Como me a minha satisfação em meramente servi-lo, deslumbrasse uma recompensa em que o prêmio seria o casamento… Essas e tantas outras, nos mexe e remexe… Eu tive forças e maturidade pra não me deixar aniquilar ou me abalar, mas muitas mulheres entregaram-se a dor e a depressão sem jamais se permitir conhecer o amor. Muita coisa mudou desde então, minhas amigas quase todas casaram e seguem bem na vida eclesiástica e eu sigo aqui…, ter uma família é um desejo ainda existente, mas não é um fim; porque a minha suficiência amparam-se em algo absolutamente maior e eterno. Se um dia casar, amém, beleza, mas se não, gostaria ao menos de ser tratada com igual respeito, empatia, consideração e sensibilidafe: é o que Cristo faria. Parabéns Mônica por trazer pra cena algo tão silenciador no nosso meio cristão, mas que causa dor, sofrimento e desesperança… Obrigada por compartilhar. Jeane Souto

    Curtido por 2 pessoas

  3. Muito oportuno. Tenho 3 filhos adultos e 2 ainda solteiros. As pessoas tanto cobram deles um casamento (o mais velho tem 29 anos e o mais novo 26), quanto cobram de nós país como se isso fosse algo anormal. Há tempo para todas as coisas. Obrigada pelo excelente texto, Mônica

    Curtido por 2 pessoas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s