Nossa História

Tudo começou com uma inquietação, um persistente “cutucão”, uma vontade de perguntar – por que não?

Por muitos anos a igreja brasileira foi exclusivamente um campo missionário, dependendo do ensino e contribuição de irmãos vindos de outros países que deixaram para trás suas terras e se dispuseram a nos abençoar. Porém os anos se passaram, a igreja brasileira cresceu em número e maturidade, e continuou dependente de “alimento importado”.

Por todos esses anos temos sido abençoadas e edificadas pela literatura cristã de qualidade que é traduzida para o Português. Porém, por que não começarmos a produzir material verde-amarelo? Palavras escritas de mulher pra mulher, alimento sólido, cotidiano e relevante para as especificidades do dia a dia de quem vive no Brasil.

Foi com essa ideia na cabeça (e o WhatsApp na mão) que começamos a orar, conversar e imaginar como seria ter um espaço onde mulheres pudessem contar suas histórias de fé, graça e esperança. Um lugar para construir uma comunidade em que essas mulheres pudessem soltar suas vozes e encontrar ouvidos para compartilhar as vivências de sua jornada, suas lutas e suas vitórias, seus gostos e desgostos. E foi assim que  em fevereiro de 2017 – entre mensagens trocadas pelo celular cruzando São Paulo, Goiás, Amazonas e EUA – nasceu Karíssimas (você pode ler mais sobre o nosso nome aqui).

Nós não pretendemos ser as donas da verdade e da voz por aqui. Mas queremos, pelo contrário, ficar na retaguarda, inspirar e encorajar mulheres espalhadas pelos quatro cantos do país (ou do mundo) a contribuir conosco nessa comunidade em crescimento. Queremos reunir um número diversificado de colaboradoras brasileiras – ou que chamam o Brasil de lar – e iremos tratar de tópicos como fé, família, trabalho, saúde, sociedade, arte e tudo o mais que for pertinente ao coração feminino.

Muitas irão escrever um post pela primeira vez na vida, e nos sentimos honradas com isso. Um dos nosso alvos é estimular a criatividade, ousadia e inovação, dando um empurrãozinho para experimentar coisas novas e nunca parar de aprender. Se você quiser ser uma escritora, entre em contato conosco aqui, e ficaremos muito felizes em explicar como fazer para enviar seus textos.

Estamos também aprendendo… e convidamos você a se juntar a nós nessa caminhada. Não sabemos ainda o que o futuro nos reserva, mas estamos empolgadas e confiantes na capacidade, valor e espiritualidade da mulher brasileira.

Sinta-se em casa. Pegue uma xícara de café (ou suco Detox se você preferir), coloque os pés para cima e passeie pelas páginas do blog. Sua visita é muito querida para nós, e não deixe de nos dizer o que você achou.

Equipe Karíssimas.

5 comentários em “Nossa História

Adicione o seu

  1. Não tenho dúvidas que esse desejo veio do coração de Deus. Escrevo em meu blog há pouco mais de 3 anos, e no último ano nasceu a vontade de mudar o foco dele, já que não escrevia textos cristãos, era apenas sobre relacionamentos. Estive um pouco perdida sobre como começar e sobre o que falar, e ontem o sogro do meu pastor, que sabe dessa minha vontade, me enviou um e-mail recomendando o blog. Quero participar.

    Curtir

    1. Olá Claudia!
      Que bom saber que você gostou do site e que quer também contribuir. Vamos lhe enviar um e-mail explicando como fazer parte. Mas por enquanto, sua melhor participação é lendo, curtindo e compartilhando os nossos posts com seus amigos e contatos. Ficaremos felizes em lhe conhecer melhor em saber direito essa história do sogro do seu pastor.. ficamos curiosas…
      Beijinho.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um site ou blog no WordPress.com

Acima ↑

%d blogueiros gostam disto: