Em casa a gente conversa …

Quem não se lembra de ser criança, estar de divertindo loucamente em uma festinha de aniversário (provavelmente mais do que deveria) e ouvir aquela frase famosa de quase todos os pais e mães: “Quando chegar em casa a gente conversa”. Ah! Não sei vocês, mas para mim a festa acabava ali mesmo! Eu sabia muito […]

Leia mais

Esperança, a semente da alegria

“Alegrai-vos sempre no Senhor. Repito: alegrai-vos!” (Filipenses 4:4) Quando a vida começa a nos mostrar suas diversas fases e dilemas, a alegria se torna um desafio e muitas vezes acaba sendo uma utopia em meio às lutas do dia-a-dia. Já não é como na infância, quando tudo era lindo e a inocência nos protegia de […]

Leia mais

Alegrai-vos – mas porque? 

“Contudo, alegrem-se, não porque os espíritos se submetem a vocês, mas porque seus nomes estão escritos nos céus”. Lucas 10:20 Este é meu primeiro texto para o Karíssimas e acho que o momento é oportuno para que eu lhes conte um pouco a meu respeito. Meu nome é Cíntia Ferreira Rojo, nasci e cresci em São Paulo com […]

Leia mais

Felicidade existe?

Quando era criança, mamãe frequentemente me lançava uma pergunta que me intrigava : “Filhinha… felicidade existe ?” Levei um bom tempo para entender e apreender o que ela estava tentando me ensinar. O que ocorre hoje é que vivemos em uma ditadura opressora, onde pessoas não podem mais perder o seu precioso tempo sofrendo. Um […]

Leia mais

Nem sempre é do jeito que eu quero

Gostaria de viver sempre bem, alegre, e animada. Queria que tudo desse certo e que as coisas fossem do jeito que planejei, mas nem sempre é assim que acontece. Nossa vida é uma grande aventura e vivemos como se estivéssemos numa grande montanha russa, ora lá em cima, ora lá embaixo. Muitas vezes essa aventura […]

Leia mais

Espelho

Um dia, em uma conversa com o Laurence (meu marido), falávamos sobre as facetas de Deus. Uma delas é a criatividade. Venho de uma família de artistas, todos cantamos, meu irmão mais velho compõe, meu pai e eu desenhamos e pintamos, meu irmão mais novo é designer. Minha mãe tem muitas habilidades manuais e assim […]

Leia mais

Nada como o passar do tempo

Nada como o passar do tempo, como a vivência de incontáveis experiências com o passar dos anos. Confesso que eu tinha um estopim muito curto. Sempre fui muito coração e pouca razão. Ao deparar-me com uma injustiça, logo tomava partido e “botava pra quebrar”. Antes de conhecer a longanimidade e a moderação, que “em tudo […]

Leia mais